As tendências enganam?

Início do ano. Os acordados fazem previsões, os preguiçosos acatam, os estudiosos debatem, e os de todo o terreno fazem check-up à máquina para mais uma etapa. É assim todos os anos e é assim em 2015.
São muitas as previsões que vi/li para este ano na área do marketing, comportamento do consumidor, etc. E, todas elas, como sempre, começam e terminam com o foco nas pessoas. Sem novidades, portanto. Mas que isso não implique fechar os olhos. Partilho por isso os meus 10 “olhos bem abertos”, não para quem está na área, mas para quem está do outro lado das agências de publicidade: o cliente.

  1. Promoções sim, mas de relações.
  2. Não venda, deixe que os clientes comprem.
  3. Os seus colaboradores estão satisfeitos consigo? Então porque raio acha que os seus clientes estarão?
  4. O facebook não funciona? Os folhetos não funcionam? A rádio não funciona? Os anúncios não funcionam? Não. Nada funciona se a forma não tiver conteúdo.
  5. Precisa então de um especialista para criar conteúdo que venda? Não, precisa de ter primeiro uma marca.
  6. Não investe em publicidade, porque a maior parte da publicidade que vê, não lhe diz nada? Perceba que mais de metade dos anúncios que vê, não são feitos por publicitários, são feitos pelas decisões dos clientes dos primeiros.
  7. Tudo bem que o seu objetivo para 2015 é ganhar mais dinheiro. Mas lembre-se que, provavelmente, o principal objetivo para 2015 do seu cliente é poupar dinheiro. Quer dizer que não pode ganhar mais dinheiro em 2015? Não, vai é ganhar mais dinheiro se o seu cliente não sentir que perdeu. Se ajudar, leia novamente o ponto 2.
  8. Prepare-se para ser criticado. Há sempre quem não goste. E há sempre quem goste. Prefira o risco, do que ser indiferente.
  9. O marketing, a publicidade, a comunicação não são a resposta para tudo.
  10. Se as tendências de marketing que andam aí o enganam? Não. Mas as pessoas sim.
Your Website Title

Deixar uma resposta